Segredo

Guardo um segredo comigo. Um segredo que o vento sopra, que as folhas das árvores sussurram, e que não é nada de novo sob o sol. Mas que ainda assim me perturba, e enche os meus dias de um perfume diferente.

Levo isso comigo, entre as dobras do casaco, atrás da orelha, num bolso qualquer.

Queria gritá-lo, desnudá-lo para o mundo, queria compor uma canção que tocasse no rádio, um poema publicado nas manchetes do jornal. Mas me refreio: segredo é para se guardar.

Guardo um segredo comigo que é de ternura e tesão. Que se espalha pelas frestas. Invade as horas, as tardes, a vida. E que nem é tão secreto assim.

Anúncios

5 comentários sobre “Segredo

  1. Nossa! Lindo!!!! Adorei!Todos nós temos grandes e pequenos segredos. Será que temos que guardar prá sempre ou um dia ele vai à tona? :oDeborah, me manda seu email (em segredo rsrs) para eu colocar umas dicas de estudo!Bjos. Desirée

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s