Uma despedida.

Eu tive o melhor avô do mundo. O mais amoroso, o mais paciente, o mais leal, o mais divertido. O avô que todo mundo queria adotar, que os amigos adoravam, que encantava até meus namorados. O avô que contava piadas idiotas. Que dizia coisas inconvenientes. Que compunha samba-enredo  pro bloco de Carnaval do condomínio onde morava. Que cultivava orquídeas com o maior capricho. Que nunca conseguiu parar de fumar.

Ele não era um santo, não era um sábio. Tinha um gosto pela polêmica. Um humor instável. Às vezes dava raiva dele, como quando me forçou a dançar na frente de todo mundo no churrasco de formatura (sabendo que eu odeio dançar, mais ainda com plateia). Ou quando cismava que alguma coisa tinha que ser de algum jeito estapafúrdio.

Mas há que se dizer do meu avô que ele viveu e amou intensamente. Ele me amou com tudo o que tinha, com desprendimento, com doçura. Foi meu comparsa, meu amigo, meu professor. Ganhou o apelidou de meu advogado de defesa, porque ai de quem viesse reclamar ou me dar bronca. Vovô se deu para mim, e me ensinou com isso um amor possível, cuidadoso, cheio de delicadeza.

No enterro dele, desde cedinho, havia um sabiá rodeando o velório. Eu amei aquele sabiá tanto. Ele ficou por ali, acompanhando, e quando foram fechar a cova, quando finalmente estava tudo acabado, ele voou para uma árvore e começou a cantar sua despedida. Então alguém me perguntou como eu sabia distinguir um sabiá de todos os outros pássaros, dos bem-te-vis e dos joões-de-barro, e eu pude responder: “vovô me ensinou”.

Tchau, vô. A vida não vai ser a mesma sem você. Mas a gente vai ficar bem.

Anúncios

6 comentários sobre “Uma despedida.

  1. Poxa, Débora, queria poder te dizer que passa um dia, mas a gente nunca deixa de sentir falta. Eu tenho tenho sonhado com o meu há alguns dias, e não é fácil. Te abraço.

  2. Valeu! Uma carinhosa descrição para alguém que foi e sempre será um alguém especial na sua vida….o tempo passa e…. vira e mexe a gente se lembra deles com um aperto de saudade no coração. Que fiquem as boas lembranças! Bjs. Tati.

  3. Lindo, lindo, lindo demais, Debinha! Seu texto descreve muito bem o seu avô. Quem o conheceu e conviveu com ele entende ainda melhor as suas palavras. Ele vai mesmo fazer muita falta…

  4. Dedé ,perfeita a descrição .Esse é Sr. Amaury ,pessoa que muito admirei e que guardo em meu coração com muito carinho.Vamos ficar bem e sempre nos acompanhando as recordações das pessoas que se vão e que amamos tanto.Fiquei muito emocionada com suas palavras . Um grande beijo! Valéria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s